Empresas que fazem a diferença

5 insights da 1ª Pesquisa ESG da esolidar: visão das empresas e colaboradores sobre ações voltadas ao S

Em 2021, a agenda ESG ganhou os holofotes e passou à condição de “pauta essencial” nas empresas. Diante deste contexto, e da tomada de consciência das grandes e pequenas empresas sobre seu papel como agentes transformadores, nosso time de Research deu início à 1ª Pesquisa ESG da esolidar, com foco em ações do S de Social realizada internamente.

Relatórios como este, do BNP Paribas, apontam que a dimensão “S do ESG” é comumente apontada como a mais difícil de se analisar e incorporar às estratégias corporativas — sendo classificada desta forma por 51% dos investidores

O que será que a pesquisa da esolidar nos diz sobre isso? 

Ao longo deste artigo, você conhece alguns dos insights obtidos na primeira rodada da pesquisa. 

Além disso, pode conferir toda a análise dos resultados preliminares em nosso ebook Pesquisa ESG: visão das empresas e colaboradores sobre ações voltadas ao S aqui!

O S de ESG e seu amplo papel nas empresas

Os critérios correspondentes à dimensão Social do ESG são estabelecidos com base em documentos e órgãos internacionais, tais como a Declaração Universal dos Direitos Humanos e as Convenções Fundamentais da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Dentre os princípios abraçados pelo critério Social, é comum vermos: 

  • Direitos humanos;
  • Questões trabalhistas;
  • Segurança e qualidade de produtos e serviços;
  • Construção de cadeias de suprimentos mais coerentes e sustentáveis; 
  • Relação com as comunidades do entorno;
  • Privacidade de dados; 
  • Diversidade e inclusão e equidade no local de trabalho.

No entanto, é importante ter em mente que o aspecto Social do ESG não deve ser visto como um parâmetro vertical, e sim transversal. 

Afinal, se pensarmos na relevância do papel social para a construção de um futuro ambientalmente sustentável (o E do ESG), ou da importância do desenvolvimento de padrões corporativos que zelem pelo bem-estar dos colaboradores (incluindo aspectos relacionados à transparência e ao equilíbrio salarial), relacionados à Governança (o G de ESG), perceberemos que o ESG é, na verdade, um conjunto integrado de orientações para a estratégia dos negócios. 

E como as empresas e os colaboradores enxergam esta agenda? Em que sentido se movimentam as corporações para incorporar o ESG às rotinas? 

A pesquisa esolidar, sobre a qual falaremos mais a seguir, ajuda a encontrar o caminho que leva a estas respostas. 

Sobre a pesquisa ESG da esolidar

A pesquisa realizada pelo time esolidar foi segmentada em dois diferentes cenários.

Em um primeiro momento, perfis ligados à sustentabilidade, ESG e Responsabilidade Social responderam a questões que refletiam o posicionamento da empresa e suas ações práticas no âmbito do Social do ESG. 

O questionário foi disponibilizado por um período de 5 meses, e foram coletadas 45 respostas. 

No segundo momento, a equipe de Pesquisa da esolidar divulgou um novo questionário, disponível por 4 semanas. O objetivo, nesta etapa, foi entender como os colaboradores enxergam e se envolvem com as agendas relacionadas ao S do ESG. Ao todo, a segunda fase da pesquisa obteve 72 respostas. 

É importante ter em mente que a pesquisa ESG da esolidar está em constante desenvolvimento. Por isso, como você viu até aqui, tratamos os insights identificados como resultados preliminares. Ou seja: eles nos dão pistas daquilo que se deverá comprovar ao longo das próximas etapas do estudo. 

5 insights da 1ª Pesquisa ESG da esolidar: visão das empresas e colaboradores sobre ações voltadas ao S

A seguir, destacamos alguns insights obtidos a partir da análise de resultados preliminares da Pesquisa ESG da esolidar. 

  • 65% das empresas já acordaram para a importância da incorporação de iniciativas de impacto social e ambiental…
  • …mas 30% ainda não criam relatórios para mensurar e acompanhar os resultados;
  • Em contrapartida, 63% dos colaboradores têm se envolvido cada vez mais com atividades relacionadas ao S de ESG promovidas na empresa (voluntariado, responsabilidade social, programas de aceleração, doações etc);
  • 78% dos respondentes que fazem iniciativas em suas empresas gostariam de saber o resultado de suas ações;
  • 71,4% dos colaboradores que não participam em iniciativas voltadas ao S de ESG acreditam que suas empresas deveriam oferecer mais atividades relacionadas ao âmbito socioambiental.

Sobre o que esses dados nos levam a refletir? 

A análise e combinação das respostas acima permitiu ao nosso time chegar a algumas conclusões que podem inspirar a adoção de práticas voltadas ao S de ESG, bem como a concentração de esforços na construção de uma imagem voltada à geração de impacto positivo neste sentido. 

A importância da mensuração de resultados

A forma como se apresentam os relatórios voltados ao S de ESG é fonte de questionamentos constantes por parte dos investidores e gestores de empresas. Há uma dificuldade grande em integrar, analisar e converter resultados em estatísticas e informações que, de fato, ajudem as empresas a aprender e crescer com as iniciativas desenvolvidas. 

O poder da tecnologia para facilitar a gestão e o acompanhamento das ações e engajar os times internos

Nesse sentido, o uso de ferramentas tecnológicas para gerenciar ações voltadas ao S de ESG pode representar um avanço na obtenção de dados relevantes sobre as iniciativas. 

Além disso, uma ferramenta completa, como a esolidar, possibilita o engajamento dos times e seu envolvimento em ações por meio do Mural Social: um espaço semelhante ao de uma rede social, no qual todos podem opinar e expor suas opiniões. 

Quer saber mais sobre os resultados preliminares da pesquisa? Baixe o ebook completo! 

Os resultados preliminares da Pesquisa ESG da esolidar mostraram que há uma relação entre o propósito e a conexão do time com ações como voluntariado, campanhas de arrecadação de recursos e Programas de Aceleração. E que os colaboradores desejam ver os resultados das ações nas quais trabalham. 

Por isso, a  máxima é: mais do que falar, é preciso fazer. E mais do que fazer, é preciso envolver os colaboradores, conectando-os ao propósito do negócio. 

Nós, da esolidar, podemos te ajudar. Nossa plataforma oferece ferramentas integradas para auxiliar na geração e na gestão de iniciativas voltadas ao S de ESG, desde ações pontuais de arrecadação de recursos até a realização de Programas de Aceleração de Impacto Social completos — um caminho efetivo para o desenvolvimento sustentável da empresa e das comunidades do entorno. 

Além disso, a esolidar trabalha em parceria com a SEALL,empresa de gestão de resultados de impacto social. Ela desenvolve relatórios de análise de performance das ações realizadas na plataforma tomando, como matriz norteadora, os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Quer entender como a esolidar oferece as melhores soluções para a sua empresa? Agende uma conversa com os nossos especialistas! 

Como as empresas e os colaboradores incorporam a agenda do momento?

Não perca a oportunidade de baixar gratuitamente o ebook com a análise completa dos resultados preliminares da 1ª Pesquisa ESG da esolidar:

Share via
Copy link
Powered by Social Snap
Close Bitnami banner
Bitnami