fazer-o-bem-e-facil
Conteúdos para quem faz o bem

Aprenda a criar o hábito: Fazer o bem faz bem!

Já ouviu falar no mundo VUCA? Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade são as características principais desse conceito, que explica muito bem o cenário agitado em que vivemos hoje. No meio desse turbilhão de acontecimentos, muitas vezes nos esquecemos de como fazer o bem faz bem. 

Mesmo na correria do dia a dia, é muito importante programar a rotina para fazer ações em benefício do próximo. Afinal, se cada um fizer um pouco, no fim, temos um impacto de grande escala. 

Por isso, temos um convite a fazer: vamos descobrir juntos como fazer o bem? Neste artigo, falaremos sobre 8 formas de incorporar boas ações à rotina e contribuir ativamente para um mundo melhor. 

Como se organizar para fazer o bem? 

Em alguns casos, consumidos pela rotina ou pelas obrigações que nos exigem entregas e prazos, acreditamos não ter espaço para incluir boas ações. 

Mas é aí que nos enganamos! 

Ao entender como fazer o bem, descobrimos que ações positivas podem ser simples e totalmente integradas ao dia a dia. 

Por isso, a organização para fazer o bem, é, em alguns casos, uma mudança mais relacionada à mindset (uma mentalidade acostumada a pensar sempre da mesma forma) do que à agenda. 

Veja algumas das nossas dicas para se começar a organizar para fazer o bem: 

  • encontre uma atividade que lhe dê prazer;
  • descubra o melhor momento da rotina para exercer a atividade;
  • pense em como integrar as boas ações ao dia a dia, de modo que não se tornem um compromisso difícil;
  • estude a melhor forma de ajudar (presencialmente ou online? Regularmente, ocasionalmente ou periodicamente?)

A seguir, daremos algumas dicas para te inspirar a colocar a mão na massa e começar a transformar realidades! 

8 dicas fantásticas de como pode fazer o bem

De compromissos a pequenas ações: é possível fazer o bem de diversas

formas. A seguir, vai ver 8 delas! 

  1. Participe num programa de voluntariado

De acordo com o INE, mais de 695 mil pessoas no nosso país fizeram algum tipo de trabalho voluntário no ano de 2018. Incrível, não é? 

Essa é uma das formas de fazer o bem. Procure por grupos que atuem em áreas com as quais se identifica: educação, cultura, saúde, assistência social ou desportos. Tem lugar para toda a gente! 

O mais importante é entender que o programa de voluntários é um compromisso, e que, a partir do momento em que se envolve, a sua participação torna-se essencial. Não deixe de comparecer a reuniões e ações e de demonstrar interesse. 

  1. Doe sangue

Uma doação de sangue é capaz de salvar até quatro vidas. Imagine o impacto que um doador regular pode criar na sociedade? 

O Ministério da Saúde tem essa resposta: de acordo com a matéria publicada em novembro de 2019, as doações regulares são as maiores responsáveis por manter o stock em dia, e, consequentemente, salvar as vidas de quem precisa de uma transfusão de emergência. 

  1. Doe dinheiro ou material para uma causa

Se a sua rotina está cheia e não há tempo para incluir uma atividade de voluntariado, não se preocupe! 

Doar dinheiro ou material para uma causa também é uma forma nobre de ajudar. 

Procure pelas necessidades das instituições próximas de si. Muitas delas divulgam as ações nas redes sociais ou plataformas digitais especializadas na recolha de donativos.

  1. Participe em compras solidárias

Que tal fazer o bem em dobro? Quando faz uma compra solidária, além de presentear alguém querido, também está a apoiar uma causa. 

As vendas de produtos com fins sociais podem ser feitas de forma online ou em lojas e eventos. Em geral, a renda adquirida é revertida para a manutenção do projeto social e para os beneficiados. 

  1. Participe em leilões solidários

Aqui está outra sugestão para quem procura formas de ajudar, mas tem uma rotina intensa: os leilões solidários. Apesar de serem muito comuns em eventos e festas, os leilões solidários também estão disponíveis em plataformas online. 

À volta dos leilões, o utilizador tem a oportunidade de adquirir um produto ligado à celebridade que mais admira: seja um item autografado, a aquisição de um produto pessoal ou até mesmo o convite a vivenciar um momento ao lado da estrela. 

Em suma, basta licitar, ajudar instituições sem sair de casa e ainda pode adquirir um item ou experiência de valor sentimental inestimável! É ou não é uma alternativa interessante? 

  1. Separe o lixo para reciclar

Ajudar o meio ambiente também é fazer uma boa ação. Afinal, cuidar do nosso ecossistema é uma forma de oferecer melhores condições de vida a todos que vivem à base dele. 

Atualmente, apenas 19% dos portugueses têm, na sua rotina, o hábito de separar o lixo para reciclagem. Que tal começar a mudar esta rotina? 

  1. Reduza o consumo de energia

Pense numa ação dupla: a economia de energia beneficia-o, pois irá pagar menos, e ao meio ambiente, fica com os seus recursos poupados. 

Reduzir o consumo de energia exige pequenas mudanças de hábitos, mas as diferenças são grandiosas. 

Evitar abrir o frigorífico sem razão, regular o termostato do chuveiro conforme a estação do ano, usar lâmpadas de led e desligar a televisão antes de dormir são alguns dos costumes que devem ser adotados por quem deseja fazer uma boa ação para o mundo e para quem vive nele. 

Uma outra alternativa para poupar recursos é encontrar formas renováveis de gerar energia, instalando painéis solares nas residências, por exemplo. 

  1. Distribua abraços e sorrisos

Não tem desculpa para não colocar essa boa ação em prática! Não custa nada, não leva tempo e os resultados são incríveis! 

Muitas vezes, pessoas em situações de fragilidade precisam apenas de acolhimento. E isso pode acontecer com um sorriso fraterno, um abraço afetuoso, um olhar nos olhos ou uma gentileza. 

Fique atento às pessoas ao seu redor. Ofereça a sua solidariedade com pequenos atos e mude o dia de alguém! 

Porque razão fazer o bem faz bem? 

Fazer o bem tem uma relação próxima com o sentimento de empatia. Ele representa a capacidade do ser humano de se colocar no lugar do outro, partilhando e compreendendo os seus estados emocionais. 

O sentimento despertado como resultado de uma boa ação é explicado pela ciência. O estudo de Stephen G. Post, publicado no International Journal of Behavioral Medicine, explica que emoções e comportamentos altruístas estão relacionados à longevidade. 

O estudo compara os efeitos positivos de ações em benefício do outro com práticas como dieta, esportes ou não-tabagismo: não são garantias de boa saúde, mas são práticas que potencializam o bem-estar. 

Além de trazer inúmeros impactos positivos para a vida de quem ajuda, quem é ajudado também se transforma. Receber atenção e sentir a consideração do outro são elementos capazes de recuperar a autoestima e a vivacidade de quem passa por situações difíceis. 

É fundamental entender que a descoberta de como fazer o bem deve começar a fazer parte da rotina. Auxiliar um desconhecido, ser cordial no tratamento com as pessoas e pensar coletivamente são apenas algumas das ações que devem ser exercitadas diariamente, e que podem ajudar a transformar o mundo. 

Reparou de como isto nos levou a outra perspetiva? Agora, já pode começar a pensar em como fazer o bem. Nós temos uma dica: conheça a eSolidar e comece já a ajudar quem precisa!

Share via
Copy link
Powered by Social Snap
Close Bitnami banner
Bitnami